Clinica Odontovidas

Implantes

O implante dentário funciona como a raiz de um dente. Portanto, ele é utilizado para fixação de novos dentes no local onde houve a perda de um dente natural. É a melhor opção para a reabilitação funcional e estética do sorriso.

O implante dentário funciona como a raiz de um dente. Portanto, ele é utilizado para fixação de novos dentes no local onde houve a perda de um dente natural. É a melhor opção para a reabilitação funcional e estética do sorriso. São confeccionados de material biocompatível, normalmente de titânio, e são inseridos cirurgicamente após uma avaliação detalhada para cada caso e para cada paciente.

Para quem é indicado o implante dental ?

Implantes dentários, na maioria das vezes, são as melhores opções de tratamento e as que mais atingem o resultado almejado por grande parte dos pacientes.

Você é um candidato ideal caso:

- Possua ausência de um ou mais dentes na arcada dentária.

- Apresente crescimento maxilar completo

- Exista ausência de conforto e/ou estética em suas próteses removíveis e/ou fixas

- Ocorra falta de retenção e estabilidade em suas próteses removíveis

- Tenha Dificuldade de mastigação

- Necessite de auxílio em alguns movimentos do tratamento com aparelhos ortodônticos.

Estágios do tratamento com implantes:

1 - Diagnóstico e exames clínico:

Na primeira consulta é realizado um exame físico do paciente, colhida sua história clínica e médica pregressa e solicitados os exames complementares, necessários para o planejamento e agendamento da cirurgia.

2 - Cirurgia para instalação do implante:

É uma cirurgia que exige do profissional um planejamento extremo, porém para o paciente é um processo simples e, em muitas vezes, menos traumático que a extração de um dente. A instalação dos implantes pode ser realizada logo após a extração de um dente perdido ou mesmo depois de passado um certo tempo desde a perda dentária. Geralmente são realizadas sob anestesia local, no consultório odontológico. Cada tratamento é individualizado e o paciente é orientado sobre cada passo deste processo.

3 - Pós-operatório:

A recuperação do paciente é muito rápida.

Orientações serão realizadas para que o pós – operatório ocorra de forma eficiente, tranquila e sem dor, otimizando os resultados. Medicações receitadas auxiliam na recuperação, sendo fundamental que as instruções sejam seguidas corretamente. É portanto, um processo que envolve duas etapas: a primeira, uma etapa cirúrgica, onde são instalados os implantes que substituirão as raízes naturais dos dentes e a segunda etapa, a etapa da prótese, onde serão instaladas as próteses dentárias, ou seja, os dentes artificiais que ocuparão o lugar dos dentes naturais ausentes ou deteriorados.

4 - Moldagem, confecção e instalação da prótese dentária:

Podem ser realizadas imediatamente após a instalação dos implantes ou de 3 a 6 meses após a fase cirúrgica, dependendo do tipo de osso do paciente, do local onde foi realizado o implante e de particularidades de cada caso.

5 - Manutenção e higienização bucal

A manutenção e a higienização adequada são fundamentais para o sucesso do implante. O paciente será orientado sobre a melhor forma para cuidar da prótese, mas vale lembrar que uma higienização bucal correta e as consultas de retorno periódico ao profissional são essenciais.

Dúvidas Frequentes

O tratametno com implantes dentários é doloroso?

Em todo tratamento realizado, nossa maior preocupação é com o bem-estar do paciente durante sua realização.

Apesar dos medos geralmente associados à imagem do dentista e de crenças populares, a verdade é que a Odontologia moderna dispõe de meios muito avançados e eficientes para fornecer ao paciente um tratamento de qualidade e sem dor, tanto na colocação dos implantes quanto nos dias seguintes ao procedimento. Quais são os resultados?

Os resultados de implantes são estáveis. Mais de 95% dos casos são concluídos com sucesso. Uma boa higiene bucal e consultas periódicas de retorno são essenciais para garantir a longevidade do tratamento.

Existe perigo de rejeição?

A taxa de sucesso dos implantes osseointegráveis é de 95%, ou seja, em cada 100 poderemos ter problemas em 5, havendo diversos estudos científicos comprovando sua eficácia, mesmo após muitos anos em função mastigatória. Mesmo nesses 5 % em que temos problemas, a cirurgia pode ser refeita: o implante é removido facilmente, podendo um novo implante ser recolocado no local. Apenas pacientes fumantes ou que façam uso constante de álcool tem essas médias diminuídas para aproximadamente 85% de sucesso e 15% de insucesso.

Quanto tempo dura o tratamento ?

O tempo de duração depende do caso de cada paciente. Uma previsão do mesmo pode ser informada após a realização da primeira consulta e de um estudo do caso.

Há melhoria da qualidade de vida?

Sim, os pacientes podem sorrir imediatamente após a colocação de implantes:

Ninguém vê que se trata de dentes artificiais.

As próteses suportadas por implantes transmitem uma sensação muito natural

Os pacientes têm a sensação de estarem a mastigar falar e rir com os próprios dentes.

Os implantes são firmes e seguros pelo que os seus portadores podem voltar a comer tudo.

No intervalo entre as etapas, vou ficar sem dentes ?

Não. Será instalada uma prótese provisória para o paciente usar enquanto aguarda a formação óssea ao redor do implante e confeccionada a prótese dentária artificial de porcelana, de maneira definitiva sobre os implantes.

Já perdi meus dentes ha muito tempo, posso realizar o tratamento mesmo assim ?

Sim. Após as perdas dentárias, o osso perde o estímulo funcional e ocorre uma reabsorção progressiva deste pelo organismo. Se o paciente não possuir uma altura ou espessura adequada para a instalação de implantes, o tratamento pode ser realizado desde que ocorra a realização de enxertos ósseos nestas áreas previamente à instalação dos implantes.

Quais os tipos de próteses sobre implantes e qual o mais adequado para cada paciente?

O paciente chega ao dentista e procura um tratamento de implantes dentários. Na verdade o que realmente procura é o produto final deste tratamento, ou seja, sua reabilitação protética.

Afinal, qual seria a melhor prótese sobre os implantes, qual é a mais estética, mais funcional, que possibilite a melhor mastigação?

Certamente, depende do caso ou condição óssea de cada paciente alem das expectativas dele. Sendo assim varia de caso para caso. Porém, de forma didática, podemos separar os tipos de reabilitação protética em basicamente quatro tipos:

-Próteses Unitarias sobre implantes

-Próteses Parciais Fixas sobre Implantes

-Prótese tipo “Protocolo”

 

-“Overdenture” ou sobredentadudas